quarta-feira, 3 de maio de 2017

Perspectivas

Eu sou uma pessoa nada pés no chão.
Gosto de imaginar mesmo, em como as coisas são mas ainda mais em como poderiam ser...
Pensar tão profundamente e acabar me perdendo em meus próprios pensamentos, absorta em meus solilóquios.
Sonhar alto, além das nuvens, para as estrelas, para outras galáxias, dimensões.
Sonho de infância (secretamente atual): ser astronauta.
Distraída talvez, mas não por mal, porque as coisas me fascinam, principalmente as coisas simples, tão fácil eu me perder em uma conversa... "Desculpa, o que você disse?", Não que eu não ache o que você fala interessante, pelo contrário, adoro ouvir as pessoas, principalmente quando elas falam sobres seus sentimentos, seu intrínseco... Mas olhe aquela nuvem, ela parece um golfinho, talvez eu nunca mais possa ver isso novamente... Ou aquela borboleta, aonde ela vai? Aonde ela pousa? Ela parece tão... Leve.
Ahh, já fugir do assunto, ou não, ahh do que eu estava falando mesmo? Ah sim, pés no chão, centrada, concentrada, focada... Ah sim, bom, não me orgulho de não ser assim sabe, ainda mais quando as pessoas tratam isso como algo negativo.
"Eu vivo sempre no mundo da lua..." Cantavam isso pra mim na escola, mas só essa parte... Eu comecei a gostar quando ouvi o resto da música.
Mas enfim, não gosto de esconder sentimentos, gosto de me cativar com as coisas simples da vida, a aula tá super bacana, mas aquele vento lá fora, batendo nas folhas sabe, aquelas duas pessoas se abraçando forte... Isso faz eu me sentir... Viva. E eu gosto de me sentir assim. Sou uma caçadora de sensações.
Talvez eu não tenha os pés no chão mesmo, não sei, isso é bem relativo...
Porém, acho que foi isso que me permitiu voar...
Tentem ver as coisas de outras maneiras também, com uma perspectiva de cabeça nas nuvens  talvez... não precisa se culpar ou se reprimir. Vou contar um segredo pra vocês: ver as coisas de outra perspectiva é... Extraordinário. Isso te permite voar.

0 comentários:

Postar um comentário